Tudo vai bem até chegar a hora de pagar a conta do restaurante. Após passar a senha do cartão, o funcionário te informa que o pagamento não foi concluído e que terá que repetir a operação. Após outras tentativas, vem a notícia: “o sistema do cartão caiu”.

De acordo com o artigo 14 do CDC (Código de Defesa do Consumidor), a responsabilidade pela falha no serviço é inteiramente do local e da administradora do cartão. Consequentemente, você não pode ser exposto a nenhum tipo de constrangimento por causa do problema, conforme o artigo 42 do CDC. Ou seja, não precisa assinar nenhum documento promissório ou informar seus dados pessoais como forma de assegurar que o pagamento será feito.

Caso ocorra esse tipo de exigência, essa prática pode ser considerada abusiva, segundo o artigo 51, IV do CDC, pois viola o princípio da boa-fé. Contudo, caso seja obtida por consenso entre as partes e não gere nenhum constrangimento, pode ser considerada uma alternativa viável.

Outra possibilidade é o pagamento em dinheiro ou cheque, por exemplo. Se o fornecedor não se dispuser a aceitar outro meio de pagamento, ele estará infringindo o artigo 43 do Decreto-Lei Nº 3.688?/1941, e artigo 39, II e IX do CDC (Código de Defesa do Consumidor).

Além disso, para resolver a questão, o comerciante pode também negociar outras maneiras, como propor que o cliente volte outro dia para acertar o que foi consumido ou fornecer uma conta bancária para que ele faça o depósito no dia seguinte.

Fique atento

A hipótese de sair sem pagar só é válida para os casos em que o sistema do cartão fica indisponível depois que o consumidor já está utilizando o serviço.
Se a falha for constatada antes, o comerciante deve informar quando o cliente chegar ao local. Sabendo da falha, o consumidor opta por entrar ou não, e se responsabiliza sobre como irá pagar a conta.

IDEC




Para tirar essa dúvida, vamos verificar o que é oferecido como benefício em cada um dos cartões:

Com o Nubank Platinum é possível ter benefícios em viagens internacionais, como seguro no aluguel de automóveis e seguro de despesas médicas emergenciais.

Já o Nubank Gold traz benefícios em compras, como proteção de preço, garantia estendida e seguro contra furto e quebra.

Detalhando os benefícios do Nubank Gold e Nubank Platinum

Nubank Mastercard Gold:

Seguro Proteção de Preço: É possível solicitar reembolso da diferença de valor no caso da compra de um produto com seu cartão Mastercard Gold, se você encontrar dentro de 30 dias o mesmo produto sendo vendido por um preço inferior ao que você pagou.

Seguro Proteção de Compras: Proteção em caso de dano acidental ou roubo por um período de até 30 dias após a compra com o cartão.

Garantia Estendida Original: Permite estender o prazo de garantia de produtos comprados com o cartão para até um ano completo, sem custo adicional.

Mastercard Surpreenda: Permite economizar em determinados restaurantes, cinemas e bares, comprando um e levando dois.

Mastercard Global Service: Oferece oferece um serviço de atendimento especializado em situações de emergência. 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Mais detalhes no site Mastercard

Nubank Mastercard Platinum:

Agência de Viagens: Serviços de Consultor de Viagens,  benefícios como upgrades de categoria, checkin antecipado e café da manhã para dois (mediante disponibilidade).

Priceless Cities: Experiências exclusivas em alguns dos principais destinos turísticos do mundo.

Airport Concierge: Mimos em alguns aeroportos como acompanhamento personalizado nas etapas de segurança e no processo imigração.

Mastercard Global Service: Serviço de atendimento especializado em situações de emergência. 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Seguro de emergência médica em viagens:  Seguro de viagem completo para tratar de emergências médicas.

Masterseguro de automóveis: Seguro para o carro que você alugar com o cartão em sua viagem.

Mais detalhes disponíveis na página Mastercard

Nubank Gold ou Nubank Platinum, sem anuidade

Seja seguindo com o Nubank Gold ou optando pelo Nubank Platinum, o cartão de crédito Nubank segue sem cobrança de anuidade.

Caso você esteja entre aqueles que podem migrar do Nubank Mastercard Gold para o Nubank Mastercard Platinum, e tenha interesse em fazer a migração, basta:

  1. Acessar a sessão “Meus Dados”no aplicativo do celular
  2. Clicar em “Emitir Cartão Mastercard Platinum”
  3. Confirmar o endereço de entrega do cartão
  4. Fim

Renda Fixa

Na última terça-feira (19/12/2017), a PROTESTE obteve uma liminar contra o cartão Santander Free, por descumprimento de oferta. Essa vitória é fruto da mobilização feita desde junho de 2016, em que reunimos milhares de pessoas, clientes do Santander Free, que foram surpreendidas pela cobrança indevida da anuidade.

Por propaganda enganosa, o Tribunal de Justiça do Rio determinou a suspensão em todo país da comercialização do cartão de crédito Santander Free.

Inicialmente, para que os clientes do cartão pudessem ficar livres da anuidade, era preciso fazer uma compra de qualquer valor, utilizando a função crédito do cartão Santander Free. Posteriormente, depois de propagar a promoção, fazendo com que muitos consumidores se interessassem pelos benefícios do produto oferecido, passou a ser exigido, como condição para a isenção da anuidade, o acúmulo de no mínimo R$ 100,00 em compras no crédito, a cada fatura mensal. Todo mês em que não houvesse esse gasto no cartão, o Santander passou a cobrar R$ 29,90, correspondente à proporção mensal da anuidade.

Na avaliação da PROTESTE, essa prática do Santander é um grave desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor, pois não cumpre o que foi prometido na oferta, contrariando o próprio nome do cartão: “free”. Portanto, configura publicidade enganosa.

Em agosto deste ano, a PROTESTE conseguiu uma liminar contra o Santander Free, que determinou que a linha Santander não deveria mais ser comercializada pelo banco. Para os clientes que já tinham o cartão, a anuidade deveria deixar de ser cobrada. Poucos dias depois, o banco conseguiu reverter a decisão judicial.

No entanto, neste mês, obtivemos nova vitória judicial, que garante que o banco pare de promover a cobrança das anuidades dos consumidores já aderentes ao cartão Santander Free, ou seja, aqueles que contrataram antes de 14/03/2017, desde que realizem mensalmente qualquer compra, de qualquer valor, na função crédito, sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinquenta mil reais). Ou seja, para estes consumidores a cobrança deixa de estar limitada ao consumo mínimo de 100 reais por mês de utilização. Entretanto, para os consumidores que que contrataram depois dessa data, é importante que saibam que até o momento essa regra não se aplicará, sendo necessário que seja utilizado pelo menos R$ 100 ao mês para ter a isenção desta tarifa.

Saiba o que fazer se for cobrado

Se o consumidor for cobrado indevidamente pela anuidade do cartão Santander Free, conte com a ajuda da PROTESTE, utilizando o canal Reclame para formalizar a sua reclamação ou ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo número 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21)3906-3900 (de celular).

A PROTESTE continuará lutando contra empresas que não presam pelos direitos dos consumidores e tentam, de alguma forma, enganá-los para o seu próprio benefício.

Proteste

No último dia 5, o Itaú Unibanco lançou oficialmente o cartão de crédito sem anuidade Credicard Zero. Trata-se de uma opção sem anuidade, com experiência digital e plano de benefícios incluso – óbvio concorrente do produto da fintech Nubank.

Como maior diferencial frente aos concorrentes sem anuidade, a Credicard destaca principalmente a plataforma de benefícios sem custo extra. Mas existem outras diferenças entre os produtos que podem dividir os perfis de clientes.

Benefícios

Sem pagar a mais por isso, clientes do Credicard Zero têm benefícios nos seguintes parceiros da marca: Uber, Decolar, Netshoes, Zattini e os e-commerces FastShop, Magazine Luiza, Extra e Ponto Frio. Os descontos chegam a 40%.

Já o Nubank possui um programa de fidelidade chamado Nubank Rewards desde agosto deste ano. Para participar, o cliente deve pagar anuidade de R$ 190 ou mensalidade de R$ 19 – o cliente que não ativar o Rewards mantém o cartão de crédito sem anuidade alguma.

Quem participa desse programa ganha 1 ponto para cada R$ 1 gasto, e a pontuação acumulada pode ser utilizada em gastos com Turismo ou com os parceiros Uber, Amazon Brasil, Netflix, iFood, evino e serviços de streaming de música.

Digital

Ambos os cartões são vendidos como 100% digitais. No Nubank, praticamente todos os problemas podem ser resolvidos através das funções acopladas no app ou pelo chat, que também é acessível pelo celular. Pedido de aumento de limite, bloqueio de cartão, pagamento, reclamações, entre outros: tudo na mesma plataforma.

O app do Credicard Zero, por sua vez, tem algumas limitações. Por lá, é possível assumir o controle do cartão por meio do gerenciamento de gastos. Digitalmente, os clientes contam com atendimento online via chat; já o desbloqueio do cartão e a fatura digital usam SMS.

Juros

Em agosto de 2016, o Nubank fez barulho ao aumentar o juro máximo do rotativo para 14% ao mês. O Credicard Zero chegou com a promessa de cobrar, “no máximo”, 9,9% mensais.

Limites e adicionais

Todos os clientes Credicard Zero terão limite de, no mínimo, mil reais. Dependendo do perfil, ele pode chegar a R$ 35 mil mensais. No Nubank, não são divulgados valores mínimos e máximos, mas é possível ter menos de mil reais por mês disponíveis para gastos.

Outro diferencial do produto mais novo é a possibilidade de usuários adicionais sem custo. No Nubank, o cliente é único e não pode ter cartões extras.

Infomoney

Nós não cansamos de procurar formas de usar a tecnologia para simplificar ainda mais a sua vida e de todos os nossos clientes. Hoje, queremos te apresentar mais uma novidade: o Cartão Virtual Nubank, um produto que desenvolvemos para economizar o seu tempo e aumentar a praticidade dos nossos cartões.
Diferente da maioria das instituições financeiras hoje no mercado, que posicionam cartões virtuais “descartáveis” como mais seguros, aqui no Nubank nós sabemos que além de não resolverem o problema com fraudes, essas soluções apenas tornam as compras onlines mais complexas.
Por isso, o nosso objetivo não foi criar um recurso a mais para oferecer uma falsa sensação de segurança, mas sim focar na sua praticidade e economia de tempo. Afinal, é nossa obrigação garantir segurança para qualquer tipo de compra – seja ela física ou virtual.
Mas então pra quê serve o Cartão Virtual?
Quem já teve que reemitir seu roxinho sabe o quanto vale o tempo que era gasto tendo que trocar os dados do cartão antigo em todos os cadastros online. Além disso, sabemos que muitos clientes já gostariam de começar a usar o seu roxinho até mesmo antes do Cartão Físico chegar. E agora com o Cartão Virtual, eles não precisam mais se preocupar!
O Cartão Virtual pode ser desbloqueado a partir do momento que você tem seu cadastro finalizado com sucesso. Ele funciona como um segundo cartão, conectado à mesma fatura e limite do Cartão Físico. Você pode cadastrá-lo nos seus sites, apps e serviços digitais preferidos e, se você perder ou tiver que reemitir o seu roxinho, não vai ter que alterar todos os cadastros ou esperar o cartão novo chegar.
Queremos entender como nossos clientes vão usar esse novo recurso, e assim continuar melhorando nas próximas versões. A partir de hoje vamos começar liberando gradualmente essa funcionalidade para os nossos clientes Android, até que em poucos meses ele esteja disponível para todos os Nus. Aproveite a praticidade e a economia de tempo que a tecnologia pode trazer para sua vida!
Se quiser saber mais, nosso Xpeer Online explica mais sobre o Cartão Virtual aqui: http://sou.nu/cartaovirtualnu
Como sempre, o seu feedback é importante para nós. Comente aqui embaixo o que você achou dessa novidade!

As taxas de juros mensais e anuais cobradas pelas operadoras de cartão de crédito deverão passar a ser exibidas em local com maior destaque nas faturas. A exigência está em um projeto de lei do senador Ciro Nogueira (PP-PI), aprovado em votação final na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC). O projeto agora será enviado à Câmara dos Deputados se não houver recurso para votação pelo Plenário do Senado.

De acordo com o projeto de lei, essa informação deverá vir ao lado do campo onde está impresso o valor mínimo para pagamento da fatura. Ciro observou que a falta de clareza na exposição dessas taxas leva muitos consumidores a pensar que o pagamento mínimo está livre de juros.

“Quando um consumidor paga o valor mínimo da sua fatura de cartão de crédito está aderindo a modalidade de financiamento que cobra uma das mais altas taxas de juros praticadas no Brasil. Contudo, tais informações muitas vezes não ficam claras para os consumidores, especialmente aqueles de menor renda e que possuem menor nível de educação financeira”, comenta Ciro na justificativa de apresentação do projeto.

O relator e senador Cidinho Santos (PR-MT) afirmou que a proposta merece elogios por prestigiar o direito à informação clara e adequada ao consumidor.

“O crédito rotativo do cartão de crédito embute taxas de juros não raro elevadas e que são capazes de ampliar a dívida de forma rápida, o que conduz o consumidor à inevitável inadimplência. A aposição numérica da real taxa de juros, além de ser informação essencial, ajuda o consumidor a ter mais consciência na tomada de crédito rotativo e oneroso, a fim de que possa conduzir escolhas mais inteligentes, tais como optar por linhas de crédito diversas e mais baratas”, considera o senador no relatório que apresentou à comissão.

Infomoney

Há pouco tempo chegou um cartão de crédito de uma fintech: o Nubank, uma verdadeira revolução no mercado, já que a proposta era oferecer um cartão sem anuidade, sem outras tarifas e juros um pouco abaixo do que era cobrado pelas instituições. Os bancos se depararam com um forte concorrente que oferecia tudo que o consumidor precisava.

Foi aí que os bancos se deram conta de que seus clientes estavam migrando para aquele novo modelo de negócios oferecidos por startups e que já passava da hora de tomarem alguma atitude senão ficariam para trás e perderiam seus clientes.

A partir disso, novos cartões surgiram com a mesma proposta: o cartão Digio, por exemplo, propriedade do Banco do Brasil e Bradesco, veio na sequência com o mesmo apelo, sem anuidade, sem tarifas e com juros mais baixos para competir com o famoso “roxinho”.

Não só esses bancos se movimentaram, mas o Banco Inter também lançou seu cartão livre de anuidade, de tarifas e com os menores juros do mercado e ainda por cima em três versões Standard, Platinum e Black.

E agora foi a vez do Itaú olhar para esse segmento, a Credicard que já era do Itaú, acabou de lançar o Credicard Zero, e claro, com a mesma pegada, sem anuidade, sem tarifas e juros mais baixos.

 

Programas de fidelidade

Nubank

O Nubank é um cartão Mastercard, por isso os usuários participam do programa da mastercard, o Mastercard surpreenda. Também conta com um programa de fidelidade lançado recentemente. o Nubank Rewards.

Cada Real gasto com qualquer tipo de compras é convertido em um ponto, registrado e acumulado em tempo real. Ou seja, ao fazer uma compra, o Nubank lança a pontuação na fatura referente ao mesmo valor da compra, porém é cobrado uma anuidade de 12x R$19. Com os pontos acumulados, o cliente pode, por exemplo, usa-los em viagens (passagem e hotel) e produtos/serviços de em empresas parceiras: como Uber, Spotify, Amazon e Netflix. Para cada tipo de serviço/ produto é necessário ter uma pontuação mínima.
Credicard Zero

Como também é  um cartão Mastercard, seus usuários participam do programa da Mastercard, o Mastercars Supreenda. Além disso, há parcerias com uber, Decolar, Netshoes, Zattini, Extra, Magazine Luiza, Ponto Frio e FastShop para obter descontos. Não há cobrança pelo programa de fidelidade.

Digio

Ainda não há um programa de fidelidade, porém há um planejamento para a criação de um em parceria com a Livelo.

Inter
Também não há um programa de fidelidade ainda, mas está em desenvolvimento.

 

Mas e aí? Qual desses é o melhor?

Bom, se falarmos especificamente de custos, todos se saem bem, pois são livres de anuidade e tarifas, mas quando olhamos para os juros do rotativo, fica nítido que os cartões do Inter não têm só os juros mais baixos entre esses, mas também em relação aos outros cartões do mercado. Por isso, focando na questão do custo, os cartões do Banco Inter, são a escolha certa.

O cartão cidadão é um cartão magnético da Caixa Econômica Federal que permite efetuar saques e obter informações de benefícios trabalhistas  que todos têm direito como abono salarial, rendimentos do PIS e seguro-desemprego.

Qualquer pessoa que possua cadastramento no PIS/PASEP ou no Número de Inscrição do Trabalhador e possua os dados cadastrais e endereços atualizados e validados pela Caixa Econômica. Só não terá direito a pessoa que for cadastrada no Bolsa Família porque possui a mesma função.

É um cartão pessoal e intransferível com senha que terá que ser cadastrada em uma das agências da Caixa Econômica Federal.

Esqueci a senha do cartão cidadão, o que fazer?

Caso a senha tenha sido esquecida, é necessário dirigir-se ao banco Caixa. A recuperação não pode ser feita apenas numa agência da caixa.

O trabalhador deve se dirigir ao atendimento do banco, e alegar “esqueci a senha do cartão cidadão” portando os seguintes documentos para efetuar a recuperação do código de acesso:

  • Cartão Cidadão;
  • Documento de Identidade (RG, CNH, CTPS, etc);
  • CPF

Como Solicitar Cartão Cidadão Online

O Cartão Cidadão é gerado por solicitação do cidadão, nas Agências da Caixa ou pelo Canal Caixa Cidadão: 0800 726 0207. Não há como adquirir o cartão cidadão online por questões de segurança.

Na agência é necessário apresentar:

  • Carteira de Habilitação modelo novo
  • Carteira de Identidade
  • CTPS
  • Certidão Civil

O prazo para você receber o seu cartão em sua residência é de 15 dias e caso isso não ocorra você tem que ir a uma agência bancária.

Não possui taxa para fazer o cartão cidadão, ele é totalmente gratuito e pode ser solicitado com facilidade na agência da Caixa Econômica Federal.

Após receber o seu cartão cidadão você terá que voltar a uma agência da Caixa para cadastrar a senha que proporciona ao cidadão o acesso ao pagamento e todas informações sociais administrados pela Caixa, de forma automatizada, por meio de diversos pontos de atendimento, terminais de autoatendimento, casas lotéricas, correspondentes Caixa e Agências da Caixa.

Como usar o Cartão Cidadão Online

O cartão cidadão pode ser utilizado em diversas oportunidades, tais como:

  • Receber se tiver direito, benefícios referentes aos programas de transferência de renda (Bolsa Família, Bolsa Escola, por exemplo), abono salarial, rendimentos do PIS e seguro-desemprego;
  • Consultar saldo e extrato dos recursos do FGTS.
  • Consultar saldo e extrato do FGTS, bem como saldo de quotas do PIS
  • Efetuar saque da conta vinculada ao FGTS

Se você ainda não possui o seu peça pelo telefone acima ou dirija-se a uma agência da Caixa Econômica Federal mais próxima porque com o cartão cidadão você facilita muitas transações que podem ser demoradas.

Separe os documentos que citamos acima como necessários e peça já o seu cartão cidadão, é um direito seu.

Você pode acessar o site oficial da Caixa para obter maiores informações e tirar todas as suas dúvidas. Este é mais um serviço da Caixa Econômica Federal para auxiliar a população em todos os sentidos. Não perca tempo e garanta seus direitos de trabalhador.

Compartilhe com seus amigos para que eles também saibam tudo sobre o cartão cidadão e seus benefícios para o trabalhador.

O cartão permite que o cidadão recebam informações do FGTS e PIS. Promovidos pela Caixa, os cartões podem ser usados em comércios com parceria com o banco, como terminais de auto atendimento ou lotéricas.

O cartão traz informações para o cliente sobre o PIS, FGTS, Seguro Desemprego e Abono Salarial. O cartão é feito no próprio site da Caixa, no telefone de contato ou nos bancos próximos.

www.caixa.gov.br
0800-726-0101

O cartão do cidadão nada mais é do que um cartão magnético que oferece a possibilidade de recebimento dos benefícios que são pagos pelo Governo Federal através da Caixa.

Os profissionais que forem portadores do cartão poderão através dele receber benefícios diversos como o seguro desemprego, pis e até mesmo o FGTS dependendo é claro do valor que será pago. Este cartão poderá ser utilizado nos vários terminais de atendimento da Caixa e também nas casas lotéricas.

Para que se possa ter acesso ao benefício do Cartão do Cidadão é necessário que se tenha a inscrição no PIS/PASEP, ou ainda o chamado Número de Inscrição do Trabalhador (NIT). Com isto todas as informações cadastrais e também todos os endereços deverão estar atualizados e ainda válidos de acordo com a Caixa.

Para que possa se fazer o cartão os profissionais deverão procurar uma agência da Caixa realizando o preenchimento de um cadastro. Outra alternativa quer é interessante é entrar em contato com a central de atendimento das instituições financeiras que possuem um telefone de contato 08007260101.

No site será necessário que aconteça uma identificação e ele deverá solicitar alguns dados. Nas agências caso você não possua cartão é possível se solicitar através da chamada Carteira Funcional ou mesmo CTPS; Identidade Militar; Carteira de Identidade de Estrangeiros ou Passaporte.

Em todo o processo de emissão é preciso que se cadastre uma senha pessoal que deverá habilitar o cartão. Em até 15 dias úteis o cartão deverá ser encaminhado para a sua residência e você poderá ter acesso a todas as informações referentes a conta também no site. Não existe a necessidade de se realizar um desbloqueio do cartão, apesar disto se tiver algum problema específico ou esquecer a mesma deverá ir até uma agência da Caixa para uqe possa fazer o resgate da mesma.

Solicitar Cartão

No Rio de Janeiro os cidadãos usam um cartão chamado RioCard, que facilita a vida no transporte público, utilizado em ônibus e metrôs. O cartão oferece uma facilidade no pagamento, além de agilizar o embarque dos passageiros.

Saiba que qualquer visitante, morador ou turista pode adquirir um cartão Riocard, podendo usar a vontade, lembrando que suas viagens têm limitação, devido ao credito inserido, então quando próximo do fim é necessário abastecê-lo.

Para evitar essa limitação é importante acompanhar a consulta do saldo, assim você não é pego de surpresa durante suas viagens, a recarga poderá ser feita pela internet ou em pontos autorizados.

RioCard Saldo – Consulta Online

Se você já tem um cartão desses, veja como é simples a consulta de saldo, ainda permite que acompanhe o consumo e controle os gastos, então vamos ao passo a passo:

  1. Entre no site da empresa: www.cartaoriocard.com.br
  1. No menu principal clique em “para você”, irá abrir uma nova janela.
  1. Há uma opção a esquerda de login, clique neste item e abrirá uma próxima janela.
  1. Preencha o campo Login com o seu nome de usuário cadastrado
  1. Complete com a senha escolhida.
  1. Após a senha, é solicitado que preencha o campo com a informação da imagem exibida
  1. Quando concluído tudo, clique em entrar.
  1. Na sua área de usuário, acesse o menu
  1. Dentro deste menu, aparecerá outros itens, escolha a opção consulta e alterações.
  1. Depois será exibido a tela com os usuários com o cartão.
  1. Na listagem, tem uma figura como se fosse um lápis ou caneta, na coluna Extrato BUE, clique no item para ter acesso ao extrato completo do bilhete único.

RioCard – Como Funciona?

O cartão Riocard faz parte de um sistema integrado de transporte coletivo, na cidade do Rio de Janeiro, a tecnologia implementada, facilita a vida dos passageiros e ainda otimiza tempo no embarque, já que é simples o seu uso, o Riocard funciona a base de radiofrequência, sem que haja contato direto com o leitor, assim faz com que o cidadão embarque facilmente.

O embarque é rápido, basta aproximar o Riocard do leitor, e pronto já aparecerá a informação de acesso liberado. Dentro de cada ônibus ou estação de metrô possui esse leitor, outra facilidade é que também é aceito em barcas.

O RioCard realmente é uma facilidade para quem depende de transporte público, pois é fácil de pagar qualquer passagem com este cartão em qualquer transporte, evitando que ande com dinheiro e problemas com troco.

Com esse artigo de como consultar o seu RioCard pela internet, ficará ainda mais fácil o transporte, acompanhando o consumo evitando transtornos nos embarques.

Se você ainda não tem um RioCard, fique tranquilo, temos também dicas de como fazer o cartão, assim você não precisa andar com tanto dinheiro.

RioCard – Como Solicitar?

O RioCard é um cartão integrado de passagens de transporte público que oferece comodidade e segurança pra quem precisa ir e vir, para trabalho, passeio.

Fazer um RioCard é simples, rápido e fácil, basta procura um ponto de venda espalhado por toda a cidade do Rio de Janeiro, faça o pedido da quantidade de passagens que de inserir, após isso pague pela quantidade solicitada e pronto só iniciar o passeio.

Na impossibilidade de comparecer no ponto de venda, você tem outra facilidade que é solicitar o vale transporte RioCard pela internet, o cartão chegará no endereço cadastrado, dentro de até sete dias uteis, contando a partir do pagamento das taxas.

Lembrando que é sempre bom ter alguém na residência para receber a correspondência, isso evita o extravio ou retornou ao remetente.

O RioCard proporciona facilidades ao cidadão e ao turista, com tamanha praticidade, oferecendo vários pontos de recarga, além de também poder recarregar pela internet, basta acessar o mesmo portal e informar a quantidade de passagens e em seguida pagar o boleto, depois de 24 a 48h o valor já estará creditado em seu cartão.

Gratuidade do RioCard

Apesar de tantos benefícios, ainda é possível obter o RioCard com uso gratuito das passagens, isso mesmo, é possível obter o vale transporte sem qualquer custo de emissão ou de passagens, mas é necessário ficar atento aos requisitos, veja quem pode receber a gratuidade:

  • Universitários: é necessário apresentar uma relação de documentos, para saber quais são, Clique aqui
  • Pessoas com deficiência físico, auditivo, visual ou mental
  • Doentes crônicos que estejam em tratamento médico ou medicamentoso, que na ausência do tratamento cause risco a vida, maiores informações clique aqui
  • Quem tem a partir de 65 anos de idade, também pode receber o RioCard

Um sistema pensado no benefício de quem usa o transporte público, que simplifica o direito de ir e vir dos contribuintes do município.

 

Se você ainda tem duvidas sobre o Riocard, registre aqui nos comentários, faremos uma busca para poder responde-la, você também pode compartilhar essas informações com seus amigos nas redes sociais e juntos ficarem sabendo tudo sobre o RioCard.

O cartão RIOCard funciona como um vale transporte na cidade do Rio de Janeiro. É usado principalmente por estudantes e idosos. Ele é carregado com um saldo fixo e mensal e que pode ser usado ao longo dos dias.

O Vale Transporte já é usado pelas pessoas há alguns anos desde sua criação. Foi criado para facilitar o transporte publico como ônibus. É usado por milhares de pessoas em toda a cidade carioca.

 

Cartão RioCard: Consultar Saldo

Você pode consultar informações sobre o cartão Riocard através da internet. Uma das coisas mais procuradas e pesquisadas pelos usuários do Vale transporte é o saldo que ainda resta.

Se é isso o que você procura, acesse o site:

http://www.cartaoriocard.com.br/vt/visitante/consultas/MostrarRecargasCartoes.do

Basta informar o número do cartão e obter o seu saldo atual.

Tira-Dúvidas sobre o cartão RioCard

O site oficial do cartão, possui uma seção específica para tirar dúvidas dos consumidores, acesse neste link.

Solicitar cartão