contato@anuidadezero.com facebook

logo

Bradesco lança cartão pré-pago com administração via aplicativo

publicado em:22/07/18 9:14 AM Notícias

Depois do Bradesco lançar algumas iniciativas centradas no smartphone, como o banco Next controlado por app, suporte ao Google Pay e — em breve — ao Apple Pay. Desta vez, foi lançado um cartão pré-pago que pode ser solicitado através de um aplicativo. Confira os detalhes.

O Bradesco DIN não requer comprovação de renda nem análise de crédito, como de praxe em cartões pré-pagos. Você pode solicitá-lo através do aplicativo para iOS e Android, ou no computador através do site oficial.

Cadastro

O processo no aplicativo é relativamente simples: você toca em Primeiro Acesso, insere seus dados — nome, CPF, endereço, renda mensal — e escolhe o modelo do cartão.

São três opções: bandeira Elo, bandeira Visa, ou uma versão comemorativa da Copa do Mundo (apenas na bandeira Visa). O cartão Elo oferece 50% de desconto em ingressos do Cinemark, além de Wi-Fi grátis em pontos espalhados pelo Brasil e exterior.

Então, você terá que pagar um boleto de R$ 10 que corresponde à tarifa de emissão. É possível usar o código de barras ou gerar um PDF. O cartão será enviado para seu endereço.

Uso

O Bradesco DIN pode ser usado para compras no Brasil, no exterior e em sites de e-commerce, sempre na função crédito. Além disso, você pode realizar saques nacionais — em máquinas de autoatendimento do Bradesco e do Banco24Horas — e também internacionais.

Será possível usar o cartão pré-pago para recebimento de salário a partir de 1º de julho, graças a uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN). Basta fazer o pedido no banco em que você atualmente recebe o dinheiro. A regra também vale para contas digitais como NuConta e PagSeguro.

A maior limitação está em inserir dinheiro na conta. Se você não for correntista do Bradesco, só poderá realizar depósitos na rede Bradesco Expresso, com 65 mil pontos espalhados no Brasil, concentrados em pequenas empresas — confira o mapa aqui.

No entanto, se você for correntista, poderá fazer transferência de diversas formas, seja pelo app, agência, caixa eletrônico ou Banco24Horas.

Tarifas

Visualizar as tarifas do Bradesco DIN é mais difícil do que deveria, tanto no app como no site oficial. Eu só consegui ter acesso aos valores depois de fazer o cadastro e solicitar o cartão (mas sem pagar o boleto com a tarifa de emissão).

Estas são as tarifas para as bandeiras Visa e Elo:

  • saque nacional: R$ 1,90
  • saque internacional: R$ 20
  • transferência para Bradesco DIN: R$ 0
  • TED para Bradesco e outros bancos: R$ 5
  • emissão do cartão: R$ 10
  • manutenção de cartão: R$ 2,99
  • reemissão de cartão: R$ 20

O Bradesco DIN cobra inclusive por transferências para clientes Bradesco; a única exceção fica para outras contas pré-pagas do banco. E cada saque também é cobrado. O limite mensal para saque é de R$ 3 mil; e há um limite mensal para depósitos, também de R$ 3 mil.

Os pagamentos com o cartão não têm taxa nem limite. Os termos de uso mencionam “pagamento de boletos de cobrança” como uma das transações possíveis, mas não encontrei essa opção nem no app, nem no site — talvez isso seja possível apenas na rede Bradesco Expresso.

Pagamentos no exterior serão convertidos para dólar dos EUA (se já não estiverem nessa moeda) usando a cotação vigente no momento, e serão cobrados “demais encargos” como o IOF. O cartão só poderá ser carregado em reais.

Caso o cartão fique inativo por seis meses, sem realizar qualquer transação ou movimentação e sem ter crédito, ele será cancelado automaticamente.

O Bradesco acredita que o DIN terá “finalidades como cartão mesada, cartão presente, pagamento de terceiros e com empresas parceiras”. Você se interessou?

Mais infoformações em: TecnoBlog










Comentários



Adicionar Comentário




This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.